poesia

como arlequim – guilherme gontijo flores

COMO ARLEQUIM

que em tempestade copos

            d’água colhe

   do pranto apanha-se

   a pérola do riso

         –-–

            rasgo de uva que desponta

   num cacho de acácias

 

    e funda o velho éden

 

guilherme gontijo flores

Padrão

Um comentário sobre “como arlequim – guilherme gontijo flores

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s