poesia

envolvida por sua casca – guilherme gontijo flores

ENVOLVIDA POR SUA CASCA
espaçando-se
de si
a mexerica cresce

o dente não ousa invadir seu espaço
entre pele e polpa
estacado diante dessa estranha
folgada veste
desencontrada do seu corpo

ali a mão se encontra
invade feito rasgo

consome o cio da fruta
e na permuta indizível

carrega uma semente

esta sim
ousada
acaricia cada um dos dentes

ps: um dos dois poemas que saíram na revista cult do mês passado

guilherme gontijo flores

Padrão

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s