crítica, poesia

redescobrindo álvaro de campos – vinicius ferreira barth

campos

álvaro de campos, poeta nascido em tavira e em lisboa em outubro de 1890, é famoso pelos seus clamores vanguardistas, futuristas e pessimistas, entre outros notáveis istas que poderíamos listar deliciosamente. no nosso grupo escamandrista, exerceu influência notável sobre adriano scandolara. alguns críticos chegam a julgar que a poesia de scandolara, sob a luz de campos, é atingida mais pela ‘angústia’ que pela ‘influência’. há, no entanto, quem discorde. ademais, não há demasiados detalhes da vida do poeta português que possamos explorar além da sua inócua vida sexual e do fato de ele ter nascido sob o signo de libra. sua poesia é categorizada comumente entre três fases, sendo elas: decadentista, futurista e pessimista. por fim, até hoje praticamente nada se sabia da infância de álvaro de campos.

por isso o escamandro traz agora um documento de valor inestimável aos estudos do poeta e à literatura portuguesa. trata-se da reprodução de uma página impressa em um periódico desconhecido de cunho vanguardista que foi encontrada dobrada dentro de um volume bastante desgastado do tartufo de molière, no fundo do banheiro externo de um barracão em tavira, com um texto assinado pelo pequeno poeta. ao que tudo indica, tal texto nunca antes veio a público. e assim, contrariando as ‘fases’ já estabelecidas da produção do autor e lançando novas luzes ao eu-biográfico de álvaro de campos, essa nova página descoberta e finalmente trazida a público desvela uma faceta do poeta que até então era completamente desconhecida. (na verdade quase todas as facetas o são. vide acima o único retrato de álvaro tirado em vida). vê-se, acima de tudo, uma curiosa antecipação do futurismo de marinetti, o que nos leva a crer que as influências possam ter corrido em caminhos inversos. também a tendência ao isolamento e as críticas dirigidas à sua contemporaneidade (em sua maioria composta por desconhecidos) causam impressão por sua força verbal incutida num movimento de renovação da tradição estabelecida. é, enfim, um depoimento enérgico.

sem mais delongas, clique no player abaixo (que virou link) para ouvir a nossa sugestão de acompanhamento à leitura, e, finalmente, mais abaixo ainda para visualizar o documento em modo aumentado.

vinicius ferreira barth

 

http://grooveshark.com/s/Let+s+Do+It+Let+s+Fall+In+Love/2RwWrw?src=5 

 

manifesto_campinhos

Padrão

5 comentários sobre “redescobrindo álvaro de campos – vinicius ferreira barth

  1. adriano scandolara disse:

    gostei da menção à minha pessoa… este é oficialmente o primeiro comentário crítico de um escamandrista sobre outro no blog.

  2. rodrigo t. disse:

    to chocado. tópicos especiais em arqueologia e paleografia: the onion e o modernismo.
    só posso te lembrar, vina, que o ênio sonhou que o homero disse que ele era o homero. sacou?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s