crítica

O eterno nas letras brasileiras

Gostaria de apresentar aqui um interessante artigo crítico de Murilo Mendes, escrito para o boletim da sociedade Felipe d’Oliveira, sobre o eterno nas letras brasileiras modernas, de 1936. O texto é útil não apenas para entendermos melhor as concepções artísticas e filosóficas que estão por trás de alguns livros escritos por Murilo como Tempo e Eternidade e O Visionário, mas também por apresentar um panorama da poesia brasileira até a metade dos anos 30 do ponto de vista da noção de eternidade.

Na verdade, a partir da leitura desse texto, acredito que a intenção de Murilo nessa época era dotar a poética modernista e surrealista de profundidade metafísica, o que tentou fazer através dos pressupostos da filosofia essencialista de Ismael Nery. O essencialismo, aliás, apesar de citado apenas de modo rápido e alusivo no artigo, parece-me ser a grande inspiração de suas análises, o que é bastante visível na passagem que se refere a Jorge de Lima:

“um documento importante da necessidade das coisas permanentes é a parte de Jorge de Lima no livro Tempo e Eternidade. É um protesto formidável contra a concepção burguesa da religião, é um tiro no efêmero, é uma volta ao transcendente, à concepção antiquíssima e sempre nova da poesia, é uma penetração no mistério, uma homenagem ao Cristo, portanto à Eternidade, sem par nas nossas letras poéticas. O avolumar crescente das forças econômicas e políticas não detêm a marcha ascendente desse poeta. Quanto mais gritam contra a poesia, mais a vida e a obra desse poeta respondem a favor”.

Perdido em uma revista da década de 30, o texto não é fácil de ser encontrado. Por isso, estou disponibilizando aqui uma versão de uma cópia que fiz em alguma biblioteca, não me lembro mais qual, durante a pesquisa para minha monografia de conclusão do curso de Letras, isso em 2003 ou 2004 (é, o tempo anda ficando apressado; mas, diria Murilo a esse respeito, para usar uma frase do artigo, “a vida eterna começa nesse mundo mesmo”).

O pdf está é esse aqui: o eterno nas letras brasileiras

Anúncios
Padrão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s