poesia, tradução

arquíloco

arquíloco de paros (?680 ac. – ?630 ac.; o que se disse sobre safo acerca da nossa ignorância leia-se igualmente aqui) era visto pelos gregos como o inventor do jambo, o verso utilizado na poesia invectiva, no ataque mais feroz. até reza a lenda que, depois de receber a mão de uma certa jovem em casamento, mas ser por fim enganado pelo pai da jovem (que a entregou a outro pretendente), fez críticas tão severas em seus poemas, que pai, filha e até irmã teriam se matado, por vergonha.

é lenda, claro, mas as lendas (como a biografias ficcionais dos poetas provençais) muitas vezes dizem mais da obra do que muitos críticos literários. pra mim ele é o inventor da escrotice na poesia, ou como costumamos usar terminologicamente, segundo os mais recentes estudos filológicos sobre o desenvolvimento categórico da retórica grecolatina, o criador da cretinatio.

os poemas aqui traduzidos são inéditos da lavra de rodrigo francisco barbosa. rodrigo nasceu em mauá & cresceu em ourinhos, interior de são paulo. licenciou-se em filosofia com bolsa integral pela pucpr 010. cursa letras português-grego na ufpr e mestrado em filosofia pela pucpr. é professor de filosofia do estado e apaixonado por cultura Grega e pela tradição oral. segue aqui abaixo ipsis litteris seu comentário sobre o intuito de traduzir arquíloco:

“Tentei verter para o português os aforismos de Arquíloco na tentativa de mimetizar ou simular, aproximadamente, o “tempo” do original explorando aspectos sonoros pela contração de vogais e junção de sílabas que tentam espelhar unidades sonoras da língua falada.”

guilherme gontijo flores
Elegia (1. Diehl)
Εἰμὶ δ’ ἐγὼ θεράπων μὲν Ἐνυαλίοιο ἄνακτος
καὶ Μουσέων ἐρατὸν δῶρον ἐπιστάμενος,

Elegia (1.Diehl)
Servo, té’bem sou na certa eu, senhora Énio
Té’bem p’las musas, amados dons exercitados,

Elegia (2. Diehl)
Ἐν δορὶ μέν μοι μᾶζα μεμαγμένη, ἐν δορὶ δ’ οἶνος
Ἰσμαρικός· πίνω δ’ ἐν δορὶ κεκλιμένος.

Elegia (2. Diehl)
N’ódre por cá, meu pão de cevada amassado,
Por lá’está Ísmaro vinho que n’ódre sorvo inclinando.

(trad. rodrigo francisco barbosa)

Padrão

2 comentários sobre “arquíloco

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s