poesia

comédia de dores desregradas – bernardo lins brandão

comédia de dores desregradas
som de um sileno insolente
tramando a própria fuga

somos o choque
de átomos cadentes e espaço
a borbulhar mundos infinitos
e sua dissolução

a procrastinar a existência
na fronteira de cada calafrio

a pairar perdido no pós
coito da modernidade
como grito engolido

a desvelar-se sob o sol do meio-dia

 

bernardo lins brandão

Padrão

Um comentário sobre “comédia de dores desregradas – bernardo lins brandão

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s