poesia

“Nós vivemos aqui”, inédito de William Zeytounlian

12029156_10153207055741325_2015482360_n

Já publicamos aqui alguns poemas e traduções de William Zeytounlian. Aqui vai mais um inédito, enquanto aguardamos pelo lançamento do seu primeiro livro, Diáspora (pelo selo Demônio Negro), com posfácio de Ricardo Domeneck. Para os que estiverem em São Paulo, o lançamento será no dia 03 de outubro, sábado, a partir das 16hs, no Estúdio Lâmina (Av. São João 108, sala 41, perto do metrô São Bento).

* * *

Nós vivemos aqui.
Esta é a terra
pela qual perambulamos.
Terreno designado pelo que é.
Sua escassa geometria
é a cifra do que somos:
nela medimos nossa vida;
……medimos aqui
………………o que sobramos.

Nós vivemos aqui.
Esta é a terra prometida;
o terreno designado pelo que é.
Norte para o sul:
damos a eles o que sonhar.
Leste para o oeste:
não vão esquecer de nós.
A caminhada foi longa
e nós somos um povo.
Essa é a terra prometida
e nós vivemos aqui.

Nós vivemos aqui.
A terra nos escolheu;
quem mais poderia?
Fomos um povo arrochado
entre a penha e o mar
e nos olharam como bichos.
Nós somos um povo;
um povo que morre
e nasce e morre de novo.
A caminhada foi longa
e isto não é um lar:
esta é a terra prometida
e nós viemos para ficar.

Padrão

Um comentário sobre ““Nós vivemos aqui”, inédito de William Zeytounlian

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s