poesia

Peter Rühmkorf (1929 – 2008), por Natan Schäfer

picture alliance / United Archiv

Peter Rühmkorf (1929 – 2008), nasceu em Dortmund (Alemanha). A partir dos anos 1940, Rühmkorf inicia uma obra que será marcada pelo longo e duro trabalho de luto do pós-guerra, mas também pelo suíngue do jazz. De 1976 a 2006 é responsável, ao lados músicos Michael Naura e Wolfgang Schlüter, por uma série de eventos batizada “Jazz & Lyrik” (reunidos num CD homônimo lançado em 2009 pela Hoffmann und Campe Verlag, de Hamburgo), similar aos recitais da Beat Generation americana. É considerado até hoje como um dos grandes poetas alemães do pós-guerra. Teve sua obra completa publicada pela Rohwolt Verlag em 2016 (org. Bernd Rauschenbach).

Trago este “Só não dá”, que em tempos de distanciamentos e descalabros aponta para os caminhos que vêm pela frente; o texto é tirado de Das Erscheinen eines jeden in der Menge. Lyrik aus der BRD/ Lyrik aus Westberlin seit 1970. Verlag Philipp Reclam, Leipzig: 1983.

Para quem quiser ouvir uma sessão do “Jazz & Lyrik”, aqui um link https://www.youtube.com/watch?v=6wSgratMvPk .

Muito obrigado ao Guilherme Gontijo Flores e ao pessoal do escamandro por mais essa oportunidade.

Força!

Natan Schäfer (1991—) nasceu em Ibirama, Santa Catarina. É mestre em Estudos Literários pela UFPR e por Lyon 2 e capitaneia a Contravento Editorial. Atualmente vive em Berlim.

* * *

Só não dá

Era uma vez e não tem mais nada à vista
(sequer um osso à vista)
Exército do General Varo na floresta de Teutoburgo —
Assim é capaz que logo a gente
se vá.
— s e v á —
Assim é capaz que logo a gente se vá.

Não diz não, meu querido, assim não dá.
Não diz nunca, assim não dá não.
Então diz logo: adieu, Kochan —
no verão a chuva começa
a nevar.
— a n e v a r —
No verão a chuva começa a nevar.

E vocês que já cantaram vitória;
a meio-pau cantaram vitória,
você que subiram a primeira serra,
se cuidem!, a grande crise vem
é agora.
— é a g o r a —
Se cuidem, a grande crise vem é agora.

E ela não vai passar assim fácil.
Não, o mundo não é assim fácil, não.

Que é de cima que ela vai ser revolvida
é o que você não, quando pára quieto,
— não segura —
é o que você, quando pára quieto, não segura.

O capitalismo faz do mundo purê.
E esse purê se deixa bater.
Com vontade, impecável —
Mas você destoa
e berra.
— e b e r r a —
Mas você destoa e berra.

Porém só berrar não te faz sagaz.
Berrar só não faz o mundo sagaz.
Não seja como todo mundo
Embora às vezes tenhas que ser muitos:
s ó
s ó
s ó não dá.

Es war einmal und ist nicht mehr zu sehn
(da ist nicht mal ein Knochen mehr zu sehn)
Herrn Varus Heer im Teutowald —
So kann es sein, daß wir sehr bald
vergehn.
— v e r g e h n —
So kann es sein, daß wir sehr bald vergehn.

Sag du mein Lieber nicht, das kann nicht sein.
Sag lieber nie, das kann ja gar nicht sein.
Sonst sagst du bald: adieu, Kochan —
im Sommer fängt der Regen an
zu schnein.
— z u s c h n e i n —
Im Sommer fängt der Regen an zu schnein.

Ihr aber, die ihr schon von Siegen schwätzt;
auf halber Höhe schon vom Siegen schwätzt,
da ihr den ersten Berg erklommt,
paßt auf! die große Krise kommt
erst jetzt.
— e r s t j e t z t —
Paßt auf, die große Krise kommt erst jetzt —

Und die nimmt nicht so einfach ihren Lauf.
Nein-nein, die Welt nimmt nicht so ihren Lauf.

Die wird von oben umgewälzt
das hältst du, wenn du Ruhe hältst,
— n i c h t a u f —
Das hältst du, wenn du Ruhe hältst, nicht auf.

Der Kapitalismus macht die Welt zu Brei.
Und läßt sich auch noch rühren dieser Brei.
Mit Lust und unverbesserlich —
Du aber unterscheide dich
und schrei.
— u n d s c h r e i —
Du aber unterscheide dich und schrei.

Doch Schrein alleine macht dich noch nicht klug.
Alleine schreien macht die Welt nicht klug.
Du sollst nicht so wie alle sein
Doch manchmal mußt du viele sein:
a l l e i n
a l l e i n
a l l e i n i s t n i c h t g e n u g.

Padrão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s