Renato Mazzini (1981—)

Renato Mazzini (1981) nasceu, vive e escreve em Santa Fé do Sul, interior de SP. Publicou os livros de poemas Paisagem com dentes (Oficina Raquel, RJ. 2009), Aqui começa a Antártida (Patuá, SP. 2015) e História inconclusa de la velocidad (Zindo y Gafuri, Buenos Aires. 2016). Os poemas aqui publicados fazem parte do livro inédito O último verão de nossos inimigos. * * * Los AndesO cavalheiro acendeum cigarro, traga, oferecea seu … Continuar lendo Renato Mazzini (1981—)

Adriano Nascimento

Adriano Nascimento nasceu em Januária/MG. É professor universitário. Publicou o livro de poemas Contraluz (2018). Mora em Belo Horizonte/MG. Os quatro poemas abaixo são inéditos. * * * TULEA santa equilibratrês punhaisno peito de tule.Sobre sua cabeça,8 estrelas de prata.Aqui se levanta cedoe se morre tarde.Não há o que ver.Das montanhasnão há segredo.Em silêncio, as pedras ardem. § Meu tio mortome sorri na foto.Não pergunto.Nem … Continuar lendo Adriano Nascimento

Peter Rühmkorf (1929 – 2008), por Natan Schäfer

Peter Rühmkorf (1929 – 2008), nasceu em Dortmund (Alemanha). A partir dos anos 1940, Rühmkorf inicia uma obra que será marcada pelo longo e duro trabalho de luto do pós-guerra, mas também pelo suíngue do jazz. De 1976 a 2006 é responsável, ao lados músicos Michael Naura e Wolfgang Schlüter, por uma série de eventos batizada “Jazz & Lyrik” (reunidos num CD homônimo lançado em … Continuar lendo Peter Rühmkorf (1929 – 2008), por Natan Schäfer

4 poemas inéditos de Anderson Lucarezi

Anderson Lucarezi (São Paulo, 1987) é escritor, professor e tradutor. Publicou Réquiem (Ed. Patuá, 2012), livro vencedor do Programa Nascente USP 2011, e Constelário (Ed. Patuá, 2016). Como tradutor, dedica-se a trazer para o português as obras de poetas norte-americanos como Hart Crane, Jerome Rothenberg, John Gould Fletcher, entre outros. Faz, atualmente, mestrado em Letras Estrangeiras e Tradução na Universidade de São Paulo. * * … Continuar lendo 4 poemas inéditos de Anderson Lucarezi

Sessão Vagalume|Fabrizio Bajec, por Prisca Agustoni

Fabrizio Bajec (1975), ítalo-francês, vive em Paris e escreve nas duas línguas. Publicou inúmeras coletâneas de poemas: corpo nemico, 2004; gli ultimi, 2008, entrare nel vuoto; 2011, la cura 2015; La collaborazione, 2018; como também em francês:  Entrer dans le vide, 2012; Loin de Dieu, près de toi, 2013; e la collaboration, 2018. Escreveu peças de teatro encenadas na Itália e na Bélgica e tem … Continuar lendo Sessão Vagalume|Fabrizio Bajec, por Prisca Agustoni

Quatro poemas inéditos de Ismar Tirelli Neto

Ismar Tirelli Neto (Rio de Janeiro, 1985) é poeta, ficcionista, tradutor e roteirista cinematográfico. Seu livro de poemas Os Postais Catastróficos figurou entre os semifinalistas do Prêmio Jabuti (2019) e em listas de melhores do ano de revistas como 451 e Suplemento Pernambuco (2018). Seu mais recente livro, adão aparas, pode ser acessado no site ismartirellineto.com. Atualmente, reside em São Paulo, traduz e ministra oficinas de … Continuar lendo Quatro poemas inéditos de Ismar Tirelli Neto

XANTO|Thomas Bernhard e o monolito opaco do ódio, por Alex Sugamosto

Vi a Terra imperecível como o SolQuando regressei ao sono, em busca do meu pai,Que trouxe a mensagem do último ventoÀ minha miserável condição, que molestava sua glória,A glória de que ele dizia: <<Os grandes destinosSão um fracasso para amanhã…>>Podridão, Thomas Bernhard A cena é conhecida: ao som do Réquiem de György Ligeti, macacos acordam assustados com a presença de um monolito negro. A música … Continuar lendo XANTO|Thomas Bernhard e o monolito opaco do ódio, por Alex Sugamosto

Ana Cláudia Romano Ribeiro

Ana Cláudia Romano Ribeiro traduz, escreve, pesquisa outros modos de expressão e é professora na Unifesp. Publicou a tradução com introdução e notas da utopia francesa A terra austral conhecida (1676) de Gabriel de Foigny (editora da Unicamp, 2011) e coeditou a revista Morus – Utopia e Renascimento. Atualmente está no prelo sua tradução com introdução e notas da Utopia (1516) de Thomas More (editora da UFPR).  Traduziu também os … Continuar lendo Ana Cláudia Romano Ribeiro

Sessão Vagalume|Andrea de Alberti, por Prisca Agustoni

Andrea de Alberti nasceu em Pavia em 1974. Trabalha num restaurante da cidade, onde realiza também recitais de poesia : a Osteria alle Carceri. Publicou Solo buone notizie (2007), Basta che io non ci sia (2010), Litalía (2011), Dall’interno della specie (2017) e La cospirazione dei tarli (2019).Os poemas aqui traduzidos foram extraídos do livro Dall’interno della specie, Torino, Einaudi, 2017. Prisca Agustoni * * … Continuar lendo Sessão Vagalume|Andrea de Alberti, por Prisca Agustoni

Edward Lear, por Cecilia Silva Furquim Marinho

Poemas nonsense para crianças (e adultos acriançados) em tempos de quarentena Tradução de um poema autobiográfico e de sete exemplos de poesia e ilustração nonsense do viajante Edward Lear, feitos para serem cantados. Essas ‘canções’ estão presentes em dois dos quatro livros que o autor publicou em vida, e que depois foram agrupados num mesmo volume com a inserção do poema autobiográfico na apresentação[1]. Os … Continuar lendo Edward Lear, por Cecilia Silva Furquim Marinho