XANTO | Poemas esparsos da Dinastia Tang, por Alessandro Palermo Funari

De início, um aviso: não sou conhecedor da língua ou poesia chinesas. As traduções aqui não são, portanto, o trabalho nem de um sinólogo nem de um sinófono, mas simplesmente a união incauta entre a oportunidade e um dicionário online chinês/inglês (yellowbridge.com/chinese/dictionary). A escolha de poemas e poetas pode, igualmente, parecer randômica, e realmente o é: tudo o que os une é o fato de … Continuar lendo XANTO | Poemas esparsos da Dinastia Tang, por Alessandro Palermo Funari

Chuvas de Niikuni Seiichi (1925 – 1977), por Alessandro Funari

Niikuni Seiichi (1925 – 1977) foi um pintor e poeta japonês, um dos principais autores relacionados ao movimento concretista – tendo, inclusive, traduzido Haroldo de Campos para o japonês. Trabalhou com poesia ideogramática, com uma preocupação bastante visual. Para este poema, Chuva, foram feitas duas versões: uma visual e uma com foco no aspecto sonoro (soma-se o fato de que, em japonês, a onomatopeia para … Continuar lendo Chuvas de Niikuni Seiichi (1925 – 1977), por Alessandro Funari

Wallace Stevens (1879-1955), por Alessandro Funari

É notável como Wallace Stevens (1879 – 1955) imprime na materialidade de seus poemas o assunto abordado por eles. Usando como exemplo alguns poemas aqui trabalhados, vemos como em The Load of Sugar-Cane, não só o correr das águas do rio em questão carrega consigo versos inteiros (como se pode notar nas repetições, em estrofes diferentes, de ‘like water flowing’ e ‘under the rainbows’), mas … Continuar lendo Wallace Stevens (1879-1955), por Alessandro Funari

‘Dom Baal’, de Edith Sitwell, por Alessandro Funari

Somente uma breve nota introdutória, um tanto para ‘legitimar’ as alterações da tradução, mas mais para apontar que o poema – e, em geral, a poeta – se baseia na construção constante de relações sonoras, humor meio non-sense e na métrica (nesse caso, a discrepância entre o assunto e a métrica clássica). E foi com esse enfoque que tentei traduzir: dentro do escopo semântico (a … Continuar lendo ‘Dom Baal’, de Edith Sitwell, por Alessandro Funari