XANTO|”Tite de Lemos: cortina de espelhos”, por André Luiz Pinto

Como Dante Milano (1899-1991), Tite de Lemos (1942-1989), que participa emprestando sua belíssima voz no documentário em homenagem ao poeta modernista, já era um poeta maduro em sua primeira obra, Marcas de Zorro, de 1979. Tal como Poesias, a primeira obra de Dante, publicada em 1948, Marcas de Zorro era uma obra esperada fazia tempo por um círculo nada modesto, que ia de Ivan Junqueira … Continuar lendo XANTO|”Tite de Lemos: cortina de espelhos”, por André Luiz Pinto

Um poema inédito de André Luiz Pinto

André Luiz Pinto da Rocha nasceu em 1975, Vila Isabel, Rio. Doutor em Filosofia pela UERJ, é autor de: Flor à margem (1999), Um brinco de cetim / Un pediente de satén (Maneco, 2003), Primeiro de Abril (Hedra, 2004), ISTO (Espectro Editorial, 2005), Ao léu (Bem-te-vi, 2007), Terno Novo (7Letras, 2012), Mas valia (Megamíni, 2016), Nós, os Dinossauros (Patuá, 2016), Migalha (7Letras, 2019) e o … Continuar lendo Um poema inédito de André Luiz Pinto