Arquíloco de Paros (fr. 128 West), por Matheus Mavericco

A poesia antiga nos encanta com quitutes tais como as peripécias homéricas ou os fragmentos de Safo, mas, se querem saber, nem sempre é fácil degustá-los da maneira devida. Precisamos despir praticamente toda a nossa indumentária conceitual antes de perambularmos pelas veredas da Hélade. O que hoje, por exemplo, nos apetece encontrar em poemas líricos, toda aquela de paz de espírito em saber que para … Continuar lendo Arquíloco de Paros (fr. 128 West), por Matheus Mavericco

XANTO| Em torno do fragmento 196a de Arquíloco, por Guilherme Gontijo Flores

Nota: o texto abaixo é trecho de um ensaio bem maior que escrevi a convite da Laura Erber e que deve sair ainda no primeiro semestre de 2018 pela Zazie Edições com o nome A mulher ventriloquada: o limite da linguagem em Arquíloco. Aconselho que leiam aqui os trabalhos que já saíram na Pequena Biblioteca de Ensaios, que é um trabalho grande de produção e circulação … Continuar lendo XANTO| Em torno do fragmento 196a de Arquíloco, por Guilherme Gontijo Flores