Nicanor Parra, por Joana Barossi e Cide Piquet

Fica declarado
Que não existem habitantes na lua

“Que as cadeiras são mesas
Que as borboletas são flores em movimento perpétuo
Que a verdade é um erro coletivo
Que o espírito morre com o corpo

Fica declarado
que as rugas não são cicatrizes.”

Joana Barossi e Cide Piquet traduzem Nicanor Parra. Continuar lendo Nicanor Parra, por Joana Barossi e Cide Piquet

Cide Piquet (1977-)

Cide Piquet nasceu em Salvador em 1977 e estudou Letras na USP. É editor, tradutor e poeta. Trabalha desde 1999 na Editora 34, atuando especialmente nas coleções de literatura russa, poesia e literatura estrangeira em geral. Ministrou cursos e palestras sobre edição, tradução e poesia na Casa Guilherme de Almeida, Casa das Rosas, Espaço Revista Cult, Universidade do Livro e no curso de Editoração da Escola de … Continuar lendo Cide Piquet (1977-)

Raymond Carver, por Cide Piquet (& uma orelha de Angélica Freitas)

Apesar de ser mais conhecido como escritor de contos, Raymond Carver começou sua carreira literária publicando uma coleção de poemas, Near Klammath, em 1968. Em entrevista à Paris Review, Carver afirmou que a única explicação para ter começado a escrever foram todos os relatos que havia escutado de seu pai: aventuras nos bosques e viagens clandestinas em trens, e também histórias de família, como a … Continuar lendo Raymond Carver, por Cide Piquet (& uma orelha de Angélica Freitas)

2 poemas de pasolini

pier paolo pasolini (1922-1975) é figurinha conhecida & dispensa apresentações: seus trabalhos como cineasta, crítico & romancista são muitíssimo divulgados, & talvez a faceta menos conhecida de sua obra seja mesmo a poesia, por onde ele começou sua carreira. mas vejam bem, vejam bem: menos conhecida, aqui, certamente não coincide com menos interessante.por isso logo abaixo vão dois poemas- até onde eu saiba – inéditos … Continuar lendo 2 poemas de pasolini