“avessa: áporo-antígona” de Guilherme Gontijo Flores

Este post é um lançamento de livro num mundo agora precário do convívio corporal. Ele aguarda seu desdobramento em livrinho material, num futuro próximo. Uma noiva inupta morta, mas que ri e prolifera, a despeito do horror presente e da vertigem da história: aqui, o que é abafado retorna como caruncho num tronco, ou num pote de comida em poética fúngica que realiza um verdadeiro … Continuar lendo “avessa: áporo-antígona” de Guilherme Gontijo Flores

XANTO| Poesia brasileira, livros da década: parte X

uma casa para conter o caosdez anos de poesia brasileira[2008 – 2018]seleção, textos & notasGustavo Silveira Ribeiro Continuamos aqui a série de pequenos comentários sobre os livros da década, segundo o crítico Gustavo Silveira Ribeiro. O texto que segue é uma derivação da orelha escrita para a antologia poética POESIA +, de Edimilson de Almeida Pereira, que a Editora 34 publicará no início de dezembro. Qvasi, um … Continuar lendo XANTO| Poesia brasileira, livros da década: parte X

XANTO | Estudando a voz de Edimilson de Almeida Pereira, por André Capilé

Contenda: palavra que interessa, muito e de perto, dada a tensa operação entre os circuitos pelos quais transita Edimilson. A justa disposição para o jogo, nem sempre evidente em seu regramento, de arregimentar cenas da memória vivida, junto da infensa tarefa de levantar os documentos do escorbuto e dos escombros, mais a experiência de campo na escavação de si mesmo na voz de outros, encampam … Continuar lendo XANTO | Estudando a voz de Edimilson de Almeida Pereira, por André Capilé