Naiana Gomes

Naiana Gomes estudou um pouco de algumas coisas, jornalismos literaturas fotografias. está tropegamente aprendendo crochê com a avó, de forma que o ano vai mesmo começar todo torto. ainda assim, vive da teima em acreditar na dúvida, na pessoa e no mundo que se move pelo mundo. as imagens e vídeopoema abaixo são de sua autoria. * um outro fim do mundo é possívelintelectuais franceses … Continuar lendo Naiana Gomes

Mac Adams, exposição e dois diálogos

  No dia 18 de abril, quarta-feira, o artista britânico, naturalizado norte-americano, Mac Adams (Brynmawr, 1943) abrirá a exposição inédita Mens Rea: a cartografia do mistério, no Centro Cultural Fiesp. Além de apresentar dezessete obras e uma instalação in situ criada  para a exposição, a mostra conta também com a participação de textos literários. A partir de uma seleção de obras feita pela curadoria da … Continuar lendo Mac Adams, exposição e dois diálogos

Luiza Romão: Ave Sangria!

Em Sangria, a poeta Luiza Romão, busca revisitar a história do Brasil sob a ótica de um útero. Para isso, o livro é dividido em 28 poemas/28 dias, como um ciclo menstrual. Alternando entre experiências pessoais e episódios históricos, a poeta costura uma narrativa labiríntica, a fim de decifrar a identidade brasileira. A história é conduzida pelo ponto de vista do corpo feminino. Os ciclos … Continuar lendo Luiza Romão: Ave Sangria!

Adelaide Ivánova (1982-)

Adelaide Ivánova (Recife, 1982)é poeta e fotógrafa brasileira, lançou os livros Autotomia (Pingado-prés, fotos) e Polaróides (e negativos das mesmas imagens) (Cesárea, 2014, poemas e crônicas), Erste Lektionen in Hydrologie (und andere Bemerkungen) (edição da autora, 2014, fotos)  e O martelo (Douda correria, 2016, poemas). Tem trabalhos fotográficos publicados por diversas revistas internacionais. Adelaide Ivánova vive e trabalha entre Colônia e Berlim, na Alemanha. Há ainda mais material que vale a pena conferir … Continuar lendo Adelaide Ivánova (1982-)

Ricardo Pozzo

Ricardo Pozzo, além de um autodeclarado “abstêmio” e “blefador”, é um poeta, tradutor, músico e fotógrafo nascido em 1971 na Argentina e radicado em Curitiba. É o organizador do Vox Urbe, as noites de poesia que ocorrem toda terça-feira às 22h no Wonka Bar em Curitiba (tem uma matéria interessante a respeito no Caderno G da Gazeta do Povo, de 2011: link aqui), colaborador do … Continuar lendo Ricardo Pozzo