D.H. Lawrence – Mystic (tradução de Lucas Haas Cordeiro)

O poema Mystic faz parte do livro Snake and other poems. Além da curiosa temática sobre animais, Lawrence explora a mística como tema central em vários pontos do livro. Trata da experiência cotidiana que, tornada transcendente por certa disposição de espírito específica – leia-se profunda e expansiva -, reencontra um elemento de religiosidade que vai além dos dogmas e das palavras, porque sustenta-se na polivalência do absurdo, naquilo que … Continuar lendo D.H. Lawrence – Mystic (tradução de Lucas Haas Cordeiro)

D.H. Lawrence – Serpente

David Herbert Lawrence (1885 – 1930), ou D. H. Lawrence, como é mais conhecido, foi um importante romancista, dramaturgo, poeta e crítico literário do modernismo inglês. Apesar de mais conhecido por seus romances, como O Amante de Lady Chatterley ou A Virgem e o Cigano, Lawrence foi autor de cerca de 800 poemas, organizados em 12 volumes, fora as antologias. Até o seu segundo volume, … Continuar lendo D.H. Lawrence – Serpente

rumi

O sufismo é uma tradição ambiguamente além e aquém de todas as religiões. Não se trata de ceticismo – é, na verdade, a humilde posição de quem aceita a transcendência acima de qualquer fórmula. Nesse sentido, Rumi foi sufi, mas também dervixe, muçulmano, cristão e judeu. E nada disso. Sua poesia está impregnada de contradições, que se revelam em fábulas amiúde salpicadas com acontecimentos de … Continuar lendo rumi