Poesia nórdica| Três tradutores de Karin Boye

Karin Maria Boye (n. 26 outubro de 1900 em Gotemburgo, m. madrugada de 24 april 1941 em Alingsås) é uma escritora e tradutora sueca mais conhecida por sua poesia mas que nos legou também muitos artigos, contos e romances, o mais célebre dos quais é a distópica obra de ficção científica Kallocain (Calocaína, publicada no Brasil em 1974 na tradução do prolífico tradutor Janer Cristaldo). … Continuar lendo Poesia nórdica| Três tradutores de Karin Boye

Poesia nórdica| Henrik Nordbrandt, por Luciano Dutra

Henrik Nordbrandt (n. 21 de março de 1945 em Frederiksberg) é um poeta dinamarquês que viveu a maior parte da sua vida adulta em países do Mediterrâneo (Turquia, Grécia e Itália), sendo as temáticas dessa região (p.ex. cidades, paisagens e clima) presença marcante na sua poesia. Apesar de ser um poeta ateu bastante crítico do que apostrofa de ”a falta de sentido das religiões”, entende … Continuar lendo Poesia nórdica| Henrik Nordbrandt, por Luciano Dutra

Poesia nórdica | Edith Södergran (1892—1923), por Luciano Dutra

Edith Södergran (n. 4 de abril de 1892 em São Petersburgo na Rússia czarista, f. 24 de junho de 1923 em Raivola, na época pertencente à Finlândia e atualmente parte do território da Rússia), foi uma poeta finlandesa de expressão sueca. Publicou em vida apenas quatro poemários: Dikter (”Poemas”, 1916), Septemberlyran (”A lira de setembro”, 1918), Rosenaltaret (”O altar das rosas”, 1919) e Framtidens skugga … Continuar lendo Poesia nórdica | Edith Södergran (1892—1923), por Luciano Dutra

Poesia nórdica| Cinco poemas de amor e desamor de Geir Gulliksen, por Luciano Dutra

Geir Gulliksen (n. 31 de outubro de 1963 em Kongsberg, Noruega) é escritor e editor. Desde sua estreia em 1986, publicou livros de poemas, ensaios, peças, romances e literatura infantil. Foi indicado ao prêmio Ibsen de 2013 por sua peça En kropp (Um corpo) e ao prêmio de literatura do Conselho Nórdico de 2016 pelo romance Historie om et ekteskap (História de um casamento), sua … Continuar lendo Poesia nórdica| Cinco poemas de amor e desamor de Geir Gulliksen, por Luciano Dutra

José Miguel Gómez Acosta (1975—), por Francesca Cricelli e Luciano Dutra

José Miguel Gómez Acosta (Almería, Espanha, 1975–), é poeta, arquiteto, tradutor e pintor. Vive atualmente em Granada onde dirige a revista Márgenes Arquitectura. Como escritor, começou publicando contos e poemas no jornal La Voz de Almería a partir de 1997, além de ensaios sobre arquitetura e construção. Conquistou com o seu terceiro livro Reescritura (2016) o IV Prêmio de Poesia Experimental Francisco Pino, da Fundação … Continuar lendo José Miguel Gómez Acosta (1975—), por Francesca Cricelli e Luciano Dutra

Poesia nórdica| Einar Már Guðmunsson, por Luciano Dutra

Einar Már Gudmundsson (n. 18 de setembro 1954 em Reykjavík, capital da Islândia) é romancista, poeta e ensaísta. Estreou na literatura em 1980 com um volume de poemas e, desde então, já publicou mais de vinte obras. Teve seus livros traduzidos em mais de trinta idiomas. Anjos do Universo (Englar alheimsins), publicado também no Brasil (trad. de Luciano Dutra, São Paulo, Hedra, 2013) foi agraciado … Continuar lendo Poesia nórdica| Einar Már Guðmunsson, por Luciano Dutra

Poesia Nórdica| Três Poemas do Tu e do Eu, de Carl Jóhan Jensen, por Luciano Dutra

Três Poemas do Tu e do Eu, de Carl Jóhan Jensen    Carl Johan Jensen (n. 2 de dezembro de 1957 em Tórshavn, capital do arquipélago das Feroés) é há mais de um quarto de século uma das personalidades mais atuantes da cultura feroesa seja como poeta, jornalista, ficcionista, articulista, crítico literário e tradutor. Além disso, atua como tradutor. Foi agraciado com o prêmio feroês … Continuar lendo Poesia Nórdica| Três Poemas do Tu e do Eu, de Carl Jóhan Jensen, por Luciano Dutra

Poesia nórdica| Karin Boye, por Luciano Dutra

Karin Maria Boye (n. 26 outubro de 1900 em Gotemburgo, m. madrugada de 24 april 1941 em Alingsås) é uma escritora e tradutora sueca mais conhecida por sua poesia mas que nos legou também muitos artigos, contos e romances, o mais célebre dos quais é a distópica obra de ficção científica Kallocain (Calocaína, publicada no Brasil em 1974 na tradução do prolífico tradutor Janer Cristaldo). … Continuar lendo Poesia nórdica| Karin Boye, por Luciano Dutra

Poesia Nórdica| A poética de Snorri Sturluson, por Luciano Dutra

Snorri Sturluson (1179-1241) Tú, que legaste una mitología de hielo y fuego a la filial memoria, tú, que fijaste la violenta gloria de tu estirpe de acero y de osadía, sentiste con asombro en una tarde de espadas que tu triste carne humana temblaba. En esa tarde sin mañana te fue dado saber que eras cobarde. En la noche de Islandia, la salobre borrasca mueve el … Continuar lendo Poesia Nórdica| A poética de Snorri Sturluson, por Luciano Dutra