Um poema inédito de Luciano Ramos Mendes (1986-)

Luciano Ramos Mendes é um idichista, poeta, tradutor e editor que nasceu em Curitiba, em 1986. É a mente por trás da Editora Dybbuk – pela qual publicou seu primeiro livro de poemas, O Livro do Yom Kippur. Nasceu em Curitiba mas hoje vive debaixo do Sol, em Fortaleza. No momento pesquisa e traduz a obra do poeta iídiche Abraham Sutskever. O poema aqui-agora publicado integra … Continuar lendo Um poema inédito de Luciano Ramos Mendes (1986-)

“Belos perdedores” de Leonard Cohen (1934-2016), por Luciano R. Mendes

Todos sabem quem é Leonard Cohen, não preciso apresentá-lo, & todos sabem que os imensos também se vão, como ele se foi este ano. Então vai aqui, ainda que tardia, uma homenagem via escamandro: a tradução de um trecho de Beatiful losers, segundo e último romance de Cohen, publicado em 1966, que serve como uma mostra (para os que acham que compositores não são escritores) da … Continuar lendo “Belos perdedores” de Leonard Cohen (1934-2016), por Luciano R. Mendes

Death speaks/Morte fala, de David Lang, por Luciano Ramos Mendes

death speaks é uma série de 5 canções escritas por David Lang (1957), compositor norte-americano em geral enquadrado (preguiçosamente talvez) como minimalista. Na verdade, seu trabalho envolve procedimentos complexos de colagem (the little matchbox girl passion usa procedimentos de Bach), revisão (love fail reconstrói uma série de momentos da Little match girl e também é uma composição que se dobra sobre si mesma), recriação (Lang fez uma … Continuar lendo Death speaks/Morte fala, de David Lang, por Luciano Ramos Mendes

Abraham Sutzkever (1913-2010), por Luciano Ramos Mendes

In khuter: um poema de Abraham Sutzkever em português por Luciano Ramos Mendes Abraham Sutzkever foi um dos mais importantes poetas de língua iídiche do século XX. Sua vida confunde-se, em muitos momentos, com a experiência judaica da Europa Centro-Oriental: Nascido a 15 de julho de 1913, em Smorgon (na época parte do Império Russo, hoje Bielorússia), sua família fugiu para a Sibéria durante a … Continuar lendo Abraham Sutzkever (1913-2010), por Luciano Ramos Mendes

Urmuz, por Luciano R. Mendes

Urmuz é o pseudônimo usado por Demetru Dem. Demetrescu-Buzău, escritor romeno nascido em Curtea de Argeș, em 17 de março de 1883 e falecido em Bucareste, em 23 de novembro de 1923, quando atirou na própria cabeça em público. Sabe-se muito pouco de sua biografia nos anos entre a excentricidade que apresentava na escola e o seu suicídio. Deixou uma obra curta e bastante curiosa: … Continuar lendo Urmuz, por Luciano R. Mendes

Alaíde Foppa (1914 – ?1980), por Luciano R. Mendes

Alaíde Foppa foi poeta, crítica de arte, professora, tradutora & ativista feminista, nasceu 1914, em Barcelona, porém tinha ascendência guatemalteca por parte de mãe e argentina por parte de pai. Ela também viveu na Argentina e na Itália, antes de se radicar na Guatemala (onde teve um caso com o então presidente Juan José Arévalo, donde nasceu seu primeiro filho) e depois seguir para o México, ainda nos anos … Continuar lendo Alaíde Foppa (1914 – ?1980), por Luciano R. Mendes

Anna Świrszczyńska (1909-1984)

Anna Świrszczyńska nasceu em 1909, em Varsóvia, e teve uma infância de pobreza. Começou a publicar seus poemas nos anos 30, continuando a escrever durante a Segunda Guerra Mundial – quando participou da resistência polonesa e conheceu Czesław Miłosz. A experiência da guerra deixaria marcas profundas em sua obra, culminando com o volume de versos Budowałam barykadę (Eu construí a barricada). Outra de suas temáticas centrais em suas … Continuar lendo Anna Świrszczyńska (1909-1984)

3 poemas inéditos de Luciano R. Mendes

  Luciano R. Mendes (Curitiba, 1986) é formado em medicina e divide seu tempo entre o trabalho como médico e a faculdade de letras polonesas na UFPR. Estuda e traduz uma série de idiomas do leste europeu e recentemente foi para Varsóvia estudar ídiche. Por um breve período editou a revista-blog Sinuosa. Atualmente, além de pesquisar a poesia do Holocausto, escreve poesia – em português e ídiche. * … Continuar lendo 3 poemas inéditos de Luciano R. Mendes

Irit Amiel (1931), por Luciano R. Mendes

Irit Amiel nasceu em Częstochowa, na Polônia, em 1931, sua origem judaica (a família de seu pai, Leon Librowicz, provavelmente consistia de judeus fugidos de Portugal e estabelecidos em terras alemãs cerca de 400 anos antes, de onde foram para a Polônia). Durante a Segunda Guerra Mundial ficou algum tempo no Gueto de Częstochowa, de onde escapou. Com documentos falsos e a ajuda de poloneses … Continuar lendo Irit Amiel (1931), por Luciano R. Mendes