3 poemas inéditos de Matheus José Mineiro (1988-)

Matheus José Mineiro (1988, Zona da Mata de Minas Gerais) integra a Oficina de Experimentação do Poema/MG. Em 2013 lança seu primeiro livro A Cachoeira do Poema na Fazenda do Seu Astral/Selo Tomate Seco. Confecciona artesanalmente a Apologia Poética. Produz o fanzine Estrondo na Bolsa Fetal. Já participou da Off Flip/Paraty, Mostra Poesia Agora/MLP/SP, Poesia F.C/Sesc Campinas, Amostra Grátis/Geringonça/Norte Comum, Interferência Poética/Sesc Tijuca. Publica em … Continuar lendo 3 poemas inéditos de Matheus José Mineiro (1988-)

Leonel Rugama, por Matheus José Mineiro

Leonel Rugama: Poema, substantivo de combate na Nicarágua Matheus José Mineiro Leonel Rugama nasceu em 27 de março de 1949, em Vale de Matapalos, Estelí. Em 1967 estabelece contato com a Frente Sandinista de Libertação Nacional se juntando aos também poetas Gioconda Belli e Tomas Borges Martinez (co-fundador da Frente)  e a outros exemplos de associação entre poema e luta político-social, como aconteceu na Guatemala de Otto … Continuar lendo Leonel Rugama, por Matheus José Mineiro

Alfredo Mario Ferreiro, por Matheus José Mineiro

Vôo tão rasante que necessito mais de rodas que de asas. Alfredo Mario Ferreiro nasceu em Montevidéu, em 1 de março de 1899. No meio da década de 1920 começou a destacar-se como um dos mais ativos agitadores de vanguarda no Uruguai. Seus dois livros de poemas, O homem que comeu um ônibus (poemas com odor de NAFTA) (1927) e Por favor não apertar as mãos (poemas profiláticas com base … Continuar lendo Alfredo Mario Ferreiro, por Matheus José Mineiro

Luís Aranha, por Matheus José Mineiro

E não sinto meu peso sobre a terra Porque meu corpo é um jato de luz! . . .” A poesia de Luís Aranha Em 15 de junho de 1922 os aviadores portgueses Gago Coutinho e Sacadura Cabral chegam ao Rio de Janeiro num hidroavião, realizando a primeira travessia aérea do Atlântico Sul. Em 10 de junho de 2015 saio do interior da Zona da … Continuar lendo Luís Aranha, por Matheus José Mineiro