Adriano Nascimento

Adriano Nascimento nasceu em Januária/MG. É professor universitário. Publicou o livro de poemas Contraluz (2018). Mora em Belo Horizonte/MG. Os quatro poemas abaixo são inéditos. * * * TULEA santa equilibratrês punhaisno peito de tule.Sobre sua cabeça,8 estrelas de prata.Aqui se levanta cedoe se morre tarde.Não há o que ver.Das montanhasnão há segredo.Em silêncio, as pedras ardem. § Meu tio mortome sorri na foto.Não pergunto.Nem … Continuar lendo Adriano Nascimento

4 poemas inéditos de Anderson Lucarezi

Anderson Lucarezi (São Paulo, 1987) é escritor, professor e tradutor. Publicou Réquiem (Ed. Patuá, 2012), livro vencedor do Programa Nascente USP 2011, e Constelário (Ed. Patuá, 2016). Como tradutor, dedica-se a trazer para o português as obras de poetas norte-americanos como Hart Crane, Jerome Rothenberg, John Gould Fletcher, entre outros. Faz, atualmente, mestrado em Letras Estrangeiras e Tradução na Universidade de São Paulo. * * … Continuar lendo 4 poemas inéditos de Anderson Lucarezi

Quatro poemas inéditos de Ismar Tirelli Neto

Ismar Tirelli Neto (Rio de Janeiro, 1985) é poeta, ficcionista, tradutor e roteirista cinematográfico. Seu livro de poemas Os Postais Catastróficos figurou entre os semifinalistas do Prêmio Jabuti (2019) e em listas de melhores do ano de revistas como 451 e Suplemento Pernambuco (2018). Seu mais recente livro, adão aparas, pode ser acessado no site ismartirellineto.com. Atualmente, reside em São Paulo, traduz e ministra oficinas de … Continuar lendo Quatro poemas inéditos de Ismar Tirelli Neto

Ana Cláudia Romano Ribeiro

Ana Cláudia Romano Ribeiro traduz, escreve, pesquisa outros modos de expressão e é professora na Unifesp. Publicou a tradução com introdução e notas da utopia francesa A terra austral conhecida (1676) de Gabriel de Foigny (editora da Unicamp, 2011) e coeditou a revista Morus – Utopia e Renascimento. Atualmente está no prelo sua tradução com introdução e notas da Utopia (1516) de Thomas More (editora da UFPR).  Traduziu também os … Continuar lendo Ana Cláudia Romano Ribeiro

Carlos Orfeu

Carlos Orfeu, nasceu em Queimados, Rio de Janeiro. Publicou Invisíveis cotidianos em 2017 pela editora paraense Literacidade; Nervura em 2019, pela editora Patuá. Participou da antologia organizada pelo poeta Floriano Martins: Sob a Pele Da língua, onde reúne jovens poetas com referências surrealistas. Têm poemas publicados em revistas e sites literários. * * * salamandra o solsalamandra           selvagem fareja o pãogênese … Continuar lendo Carlos Orfeu

Guilherme Pavarin (1987—)

Guilherme Pavarin (São Paulo, 1987) estudou Jornalismo na Cásper Líbero e Letras na USP. Foi repórter e editor nas editoras Abril e Globo. Escreve como colaborador para a revista piauí e outros veículos nacionais.  * * * o retratonum postedo bom retiroum anúncio de cãodesaparecidofez aniversário esmoreciam os pêlosdesbotava seu fuço:couro viúvo da chuvaa abanar raios comcaudas de fagulhas na esquina, comovidomuitas noites penseiem ligar … Continuar lendo Guilherme Pavarin (1987—)

XANTO|Coopoesia, por Jessica Di Chiara

Não é certo se Homero era um ou vários, e mesmo que fosse um o canto das musas o fazia muitos. Um poeta-coletivo. A filosofia pareceu não gostar muito disso no começo e a república vive em crise desde então. Por isso, pensar a poesia se parece tanto com refazer as relações e então produzir comunidade. (…) Acontece que, quando se juntam, pessoas casam, fundam … Continuar lendo XANTO|Coopoesia, por Jessica Di Chiara

Louise Furtado (1997-)

Louise Furtado (1997) é poeta e mestranda em teoria literária pela UFF, em Niterói, RJ. Nasceu em Guarapuava no interior do Paraná, morou em Curitiba, morou no Rio de Janeiro, atualmente mora em Niterói e amanhã não se sabe. Estes 4 poemas fazem parte de um projeto em andamento intitulado “taxidermias”. Gosta quando a ponte Rio-Niterói fica interditada porque um cachorro resolveu atravessar e de … Continuar lendo Louise Furtado (1997-)

4 poemas inéditos de Dirceu Villa

Dirceu Villa (1975, São Paulo) é autor de 5 livros publicados de poesia, MCMXCVIII (Badaró, 1998), Descort (Hedra, 2003, prêmio Nascente), Icterofagia (Hedra, 2008, ProAC), Transformador (Demônio Negro, antologia, 2014), speechless tribes: três séries de poemas incompreensíveis (Corsário-Satã, 2018) e um inédito, couraça (Laranja Original, no prelo). Traduziu Um anarquista e outros contos, de Joseph Conrad (Hedra, 2009), Lustra, de Ezra Pound (Demônio Negro, 2011) … Continuar lendo 4 poemas inéditos de Dirceu Villa

Quatro poemas inéditos de Marcelo Ariel

Marcelo Ariel (1968, Santos-SP) é poeta, crítico e performer. Autor de ME ENTERREM COM A MINHA AR 15 (Dulcineia Catadora, 2003), TRATADO  DOS ANJOS AFOGADOS (Letra Selvagem, 2007) entre outros. Seu livro mais recente OU O SILÊNCIO CONTÍNUO — POESIA REUNIDA 2007-2019, lançado pela Kotter em 2019, contém trinta anos de sua produção poética. Atuou como ator-roteirista no filme PÁSSARO TRANSPARENTE, de Dellani Lima, e gravou o … Continuar lendo Quatro poemas inéditos de Marcelo Ariel