Reinaldo Arenas (1943-1990), por Gilberto Clementino Neto

“De modo que Cervantes era manco

De modo que Cervantes era manco;
surdo, Beethoven, Villon, ladrão;
Góngora de tão louco andava de tamanco.
E Proust? Desde já, viadão.

Negreiro, sim, foi Don Nicolás Tanco,
e Virgínia suprimiu-se de um mergulhão,
Lautréamont morreu paralisado em algum banco.
Ai de mim, também Shakespeare era viadão.

Também Leonardo e Federico García,
Whitman, Michelangelo e Petrônio,
Gide, Genet e Visconti, as fatais.

Esta é, senhores, a breve biografia
(puxa, esqueci de mencionar Santo Antônio!)
de quem são da arte sólidos pontuais.”

Gilberto Clementino Neto traduz a poesia de Reinaldo Arenas, ainda pouco conhecida no Brasil. Continuar lendo Reinaldo Arenas (1943-1990), por Gilberto Clementino Neto

Olga Sánchez Guevara

Olga Sánchez Guevara é escritora e tradutora. Licenciada em Língua Alemã pela Universidade da Havana, estudou português na União Latina de Cuba. É autora dos livros Conversación con ángeles (Editorial Ácana, Camagüey, 2005); Ítaca (Fundación Sinsonte, Zamora, España, 2007); Óleo de mujer junto al mar (Ediciones Unión, La Habana, 2007), entre outros. Tem vários ensaios e artigos em publicações periódicas e sítios web de Cuba. … Continuar lendo Olga Sánchez Guevara

Mostra: Del Triángulo de las Bermudas a Lisboa — poetas caribenhos, por Sandra Santos

Segue abaixo uma amostra da antologia bilíngue Del triángulo de las bermudas a Lisboa: 25 poetas caribeños preparada pelo poeta porto-riquenho Jonatán Reyes e traduzida para o português pela poeta e tradutora Sandra Santos. * * * Víctor Rodríguez Núñez (Cuba) PASEO DEL PRADO este país se nos fue de los pies y tomó otro camino con su densa rutina que ni una rumba puede alebrestar … Continuar lendo Mostra: Del Triángulo de las Bermudas a Lisboa — poetas caribenhos, por Sandra Santos

Sergio García Zamora (1986-), por Francesca Cricelli

POETAS DE GRANADA Seleção de poemas e poetas que participaram do Festival Internacional de Poesia de Granada, Nicarágua, dirigido pelo poeta Francisco de Asís Fernandez em fevereiro de 2017. A ideia é trazer aos leitores brasileiros poetas que aqui ainda não são conhecidos. POESIA: Sergio García Zamora [Cuba, Esperanza, Villa Clara, 1986], jovem poeta, filólogo, multipremiado. Entre seus livros há Tiempo de siega (Premio Poesía … Continuar lendo Sergio García Zamora (1986-), por Francesca Cricelli