XANTO|”Não saber cantar é não ser canto?”, por José Pinto

Casem-se os poetas com a respiração do mundoBaltasar Lopes (Osvaldo Alcântara), poeta cabo-verdiano Escrito em 1942, o poema de Paul Éluard hoje conhecido pelo título ‘Liberté’ foi transportado clandestinamente de França, ocupada pelos nazis, para Inglaterra. Em 1943, o poema foi lançado por aviões aliados nos céus da Europa em guerra e refaço o exercício de imaginar o que poderia ter sentido um judeu num … Continuar lendo XANTO|”Não saber cantar é não ser canto?”, por José Pinto

Peter Rühmkorf (1929 – 2008), por Natan Schäfer

Peter Rühmkorf (1929 – 2008), nasceu em Dortmund (Alemanha). A partir dos anos 1940, Rühmkorf inicia uma obra que será marcada pelo longo e duro trabalho de luto do pós-guerra, mas também pelo suíngue do jazz. De 1976 a 2006 é responsável, ao lados músicos Michael Naura e Wolfgang Schlüter, por uma série de eventos batizada “Jazz & Lyrik” (reunidos num CD homônimo lançado em … Continuar lendo Peter Rühmkorf (1929 – 2008), por Natan Schäfer

Gilcevi

Gilcevi é poeta, músico e produtor cultural. Integrou a banda Carolina Diz, com a qual lançou os álbuns Se perder (2004) e Crônicas do amanhecer (2008). Aprendeu a ler aos sete anos de idade devido ao seu interesse por decifrar os jornais e revistas que vendia nas ruas para sobreviver. Teve as mais diversas profissões ao longo da vida: jornaleiro, office boy, vendedor de produtos de limpeza, auxiliar de … Continuar lendo Gilcevi