tradição aguda, afiar delicadezas — Jericho Brown, por Stephanie Borges; Warsan Shire, por Laura Assis

Jericho Brown, por Stephanie Borges O que pode ser considerada uma tradição quando pensamos em experiências negras?A partir da premissa “o poema é um gesto em direção ao lar” que se repete na série de poemas Duplex, Jericho Brown observa vários aspectos das vidas negras ao longo da história como a pilhagem de terras, a disputa pela linguagem que fale da vivência negra com suas … Continuar lendo tradição aguda, afiar delicadezas — Jericho Brown, por Stephanie Borges; Warsan Shire, por Laura Assis

Pat Parker, por Stephanie Borges

Pat Parker (1944-1989) nasceu em Houston, Texas, nos Estados Unidos. Filha de uma empregada doméstica e um borracheiro, cresceu num lar humilde. Terminou o ensino médio e mudou-se para Los Angeles. Graduou-se na LA City College e fez sua pós graduação na San Francisco State College. Começou a escrever poesia nos anos 1960, enquanto se envolveu com o movimento pelos Direitos Civis, a luta pelos … Continuar lendo Pat Parker, por Stephanie Borges

Stephanie Borges

Stephanie Borges é jornalista, tradutora e poeta. Trabalhou em editoras como Cosac Naify e Globo Livros. Publicou poemas nas revistas Garupa, Pessoa e A bacana. Traduziu ensaios da poeta Claudia Rankine (Revista Serrote 28, Apocalipse?) e Irmã Outsider, de Audre Lorde (Autêntica, no prelo). Seu livro de estreia Talvez precisemos de um nome pra isso venceu o IV Prêmio Cepe Nacional de Literatura e será … Continuar lendo Stephanie Borges