Wallace Stevens (1879-1955), por Alessandro Funari

É notável como Wallace Stevens (1879 – 1955) imprime na materialidade de seus poemas o assunto abordado por eles. Usando como exemplo alguns poemas aqui trabalhados, vemos como em The Load of Sugar-Cane, não só o correr das águas do rio em questão carrega consigo versos inteiros (como se pode notar nas repetições, em estrofes diferentes, de ‘like water flowing’ e ‘under the rainbows’), mas … Continuar lendo Wallace Stevens (1879-1955), por Alessandro Funari

wallace stevens por danilo augusto

wallace stevens (1879-1955) é uma figura importantíssima do modernismo norte-americano, embora tenha se mantido razoavelmente longe da vida literária & começado sua carreira de poeta bem tarde, com mais de 40 anos, com Harmonium (1923). à obra-prima do primeiro livro, seguiu-se um adendo em 1931, depois vieram os seguintes livros de poesia, Ideas of Order (1936), , The Man with the Blue Guitar (1937), Parts of a World (1942), Transport to Summer (1947) & The Auroras … Continuar lendo wallace stevens por danilo augusto

6 perspectivas do século XX sobre a morte

Aproveitando que hoje é o dia dos mortos, decidimos fazer uma pequena seleção de poemas curtos que tematizem ou de algum modo discutam a morte, a partir de seis poetas distintos do século XX (e dois deles ainda vivos no século XXI), de línguas e/ou nacionalidades distintas. Da língua portuguesa, os sempre populares Fernando Pessoa (o ortônimo no caso) e Carlos Drummond de Andrade; do … Continuar lendo 6 perspectivas do século XX sobre a morte