Walt Whitman – Na última vez em que lilases no pátio floriram

Em fevereiro, fiz um post com algumas traduções de poemas breves do poeta Walt Whitman. E não nego que o sucesso (tanto instantâneo e tardio) do post foi uma surpresa muito positiva para todos nós do escamandro – nunca imaginaríamos que tanta gente assim gostasse de Whitman. Pois, então, me foi sugerido que eu traduzisse agora um poema mais longo do autor, mais emblemático. Foi … Continuar lendo Walt Whitman – Na última vez em que lilases no pátio floriram

Alguns poemas breves de Walt Whitman

Walt Whitman (1819 – 1892) é considerado, merecidamente, um dos maiores poetas dos EUA – quando não o maior poeta – bem como de toda a literatura moderna ocidental. É lembrado, com frequência, como o inventor do verso livre, como também pela natureza sexual (bi-, homo- e autossexual, dependendo da interpretação) de seus poemas, bastante escandalosa para a época (e, bem, o que não era?), ou então … Continuar lendo Alguns poemas breves de Walt Whitman