poesia

Quatro poemas inéditos de Sérgio Medeiros

Foto de Ângela Amarante.

O livro inédito Friso de caligrafia se propõe a “mostrar” dois submundos, por meio de poemas visuais. 

Na primeira parte, o livro oferece uma visão das cadernetas de descritos do autor, acumuladas durante anos e repletas de desenhos, riscos e pequenos textos em prosa nos quais o símile e a prosopopeia predominam. Páginas dessas cadernetas estão coladas nos poemas, os quais podem ser lidos, assim, como a exposição de um “depósito secreto” (o submundo) do autor, ao qual ele deve ir regularmente para buscar materiais brutos (frases, caligrafias, desenhos etc.) com os quais compor a sua obra.

Na segunda parte, o livro faz uma releitura de um episódio do poema maia-quiché Popol Vuh no qual se descreve a descida dos pais fundadores a Xibalba, o submundo mitológico onde estão forças selvagens que precisam ser controladas (trazidas à tona), mas não destruídas. Recorrendo principalmente a dois glifos da escrita maia — o que simboliza a árvore e o que simboliza a cabaça — , o autor destaca, nessa passagem do livro Friso de Caligrafia, a derrota inicial dos pais, logo seguida, porém, do seu renascimento em forma de “árvore da vida” (a cabaceira), que fará sexo vegetal com uma virgem de Xibalba, reiniciando o ciclo vital. 

A ida ao submundo mitológico ameríndio justifica e enfatiza, desse modo, a necessidade de descida regular ao submundo poético, apresentada na primeira parte da obra.

Sérgio Medeiros é poeta, dramaturgo, ficcionista e ensaísta. Ensina literatura na UFSC. Publicou, em 2019, os livros Caligrafias Ameríndias (Editora Medusa) e Os Caminhos e o Rio (Editora Iluminuras), ambos de poesia verbovisual. Recebeu o prêmio Biblioteca Nacional de Poesia 2017 pelo livro A Idolatria Poética ou A  Febre de Imagens (Editora Iluminuras).

* * *

Excertos da primeira parte de Friso de caligrafia:

§

§

Excertos da segunda parte de Friso de caligrafia:

§

Padrão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s